Idealizado pela Fundação Getulio Vargas e escrito por Paulo Herkenhoff, Decio Vieira é primeiro livro sobre a vida e obra do importante artista neoconcretista brasileiro. A partir de uma pesquisa desenvolvida ao longo de dois anos, Decio Vieira reúne 200 imagens e apresenta as diversas fases e experiências do artista, incluindo suas primeiras exposições, as amizades, leituras e influências, com destaque para Ivan Serpa e Alfredo Volpi. A obra valoriza a iniciativa da FGV, que na década de 1940 formou uma geração de artistas por meio do Curso de Desenho de Propaganda e de Artes Gráficas, onde Decio iniciou sua carreira artística em 1946. Além disso, inclui o artigo inédito “Decio Vieira e o neoconcretismo: vigor e lirismo”, escrito pelo crítico de arte Frederico Morais, coordenador dos cursos do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro enquanto Decio lecionava na instituição, nos anos 1970.

Veja também: